Total Supernovas no Multiverso

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Ao Longo da Estrada - 1



Estou desabando contra minhas próprias conclusões, meus medos e receios. Tudo aquilo em que eu me agarrava se despedaçou no mesmo momento em que te vi. Todas minhas conclusões, toda dor que havia em mim se dissipou como que se o mundo desabasse todo em cima de mim.
Aqui deste lado, é mais fácil acreditar que esse caminho que me leva até você poderia estar escrito bem antes de eu te conhecer, alias isso até é bem fácil de entender, pois quando perdido eu caminhava foi você quem me resgatou.
Todas as noites que sonho contigo imagino qual a possibilidade deste sonho tornar-se realidade antes que eu acorde e perceba que tudo não passa de um pesadelo. E eu lhe digo, não deixe que isso aconteça.
Sei que não depende de nós, nem daquilo que sentimos, quem dera isso estivesse ao meu controle, mas as coisas que você me faz sentir isso sim me destrói. A espera por te encontrar, por saber que mais um amanhã vira e com ele seu sorriso iluminará minha vida é tudo o que preciso.
Há algum tempo atrás quando tua doce existência em nada interferia no meu viver eu até era capaz de descansar, dormir em paz sem que o sono torna-se um amigo distante que não quer me visitar.
Aqui, deste lado da trilha eu sigo só. Tentando te encontrar em cada estrela, em cada brilho do luar, mas teu semblante me cegou como nunca ninguém foi capaz. Meus olhos ardem por um sentimento que me estigmatiza, contradizendo tudo o que sinto. Difícil entender como só você é capaz de curar aquilo que só você é capaz de ferir.
E quando a noite chegar? Quem é que estará junto a mim dizendo que você está bem enquanto outro é que te faz sonhar. Quem é que me fará conter as lágrimas que só caem por ti enquanto feliz você sorri ao lado de outro alguém?
Não sei, absolutamente não sei quem é que me dará a mão quando eu despencar sobre meus medos, sobe minhas dúvidas. Mas sei que você estará bem, sonhando com outro alguém, que sua felicidade não está aqui dentro de mim, mas sim em você dividindo com outro alguém.
Espero algum dia poder ter a chance de te dizer tudo isso pessoalmente sem que meus olhos se encham de lágrimas, sem que meu peito se aperte contra meu coração onde todas as palavras se escondem. Por enquanto sigo só, nesse caminho de escuridão por entre folhas secas que decoram minha dor e aliviam meu sonhar.
Quando você estiver com outro alguém e do teu lado toda felicidade se encontrar, por favor, não pense em mim, pois eu só vim te trazer a dor. Quando a noite chegar e teu coração buscar a mim em sua escuridão, não pense em mim, pois teus sonhos merecem serem preenchidos por alguém que possa estar contigo.
Nossa história pode ser que fique assim, sem final feliz, mas se algum dia tua história for contada por alguém ficarei feliz se eu puder ser alguma vírgula, pois no momento que tua história perdia todo o sentido eu fui capaz de mudar o rumo do teu coração e por bem ou por mal faço parte de tua vida e para sempre contigo estarei.
Em tuas lembranças, no silêncio do teu coração, onde ninguém pode me ouvir ou me ver é aí que eu vivo lembrando-te do quanto significo para você, mesmo que distante, mas dentro do teu coração eu sobrevivo.
Lembre-se, quando o sono vier te abraçar e teu coração buscar a mim, não se desespere, pois contigo estarei. Por mais que a distancia que me separa de ti nos faça sofrer o que sinto por você é o que nos une, pois não há distancia que possa estar além de nossos corações...

Nenhum comentário:

Postar um comentário