Total Supernovas no Multiverso

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012


Áquila é a mais nova de todas suas irmãs. A Mãe-Criadora dividiu-se em diversas Cidades-Entidades onde todas receberam uma parte da energia do próprio planeta, a própria mãe criadora gerou seus filhos cada um a sua maneira e a manifestação do inconsciente do inefável tomou forma antropomórfica na realidade.
No útero social de cada cidade os filhos foram gerados e se multiplicaram. Eles foram gerados como frutos em Árvores Sagradas. Esses primordiais que deram continuação a linhagem de cada espécie são os heróis do mundo antigo, sobre eles as edificações da estrutura psicológica de cada uma das tribos do princípio solidificou sua crença e religião, eles foram o verbo da supraconsciência e o mundo atual a manifestação do inconsciente do próprio planeta.
Cada uma das cidades que simplesmente brotaram das entranhas do planeta possui sua própria característica genética assim como irmãos, filhos de mesmo pai e mãe apresentam variações genéticas que os diferencia em aspectos físicos. Todos os habitantes das Cidades-Entidades são descendentes diretos do próprio planeta e desde o início as tribos se divergem em cultura, mito, cosmologia e dialeto. O ponto mais belo da criação é que cada habitante de cada clã apresenta a mesma identidade genética que a Cidade-Entidade e o próprio planeta, mas com variações entre si como irmãos de sangue. 
Todos são frutos do inconsciente da Mãe-Criadora, as cidades suas filhas, seus habitantes seus filhos. Da matéria brotou o corpo-primordial e do Ovolun a alma. A esse fluxo denominado Ovolun pelos antropomórficos, a ciência chama de energia, os melanésios chamam de mana e os cristãos de Deus.
Então aqui se encerra a explicação do Ciclo Cosmogônico, da metafísica da existência do nada até a manifestação da criação diante de uma estrutura psicológica em que os habitantes tomam consciência da existência da vida.
A seguir, as novas publicações descreveram um pouco de cada uma das Cidades-Entidades, seu povo, sua cultura, sua crença e como os clãs tribais do princípio se tornaram civilizações desenvolvidas nos dias de hoje.
O Multiverso Ovolun é o que se apresenta: um mundo sem fim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário